Conheça a Tiririca, uma das ervas daninhas mais agressivas do mundo

Controle eficaz e seguro de baratas sinantrópicas
14/02/2022
tiririca

A Tiririca, ou Tiririca Roxa, é uma espécie de planta daninha distribuída mundialmente e que se encaixa entre as mais agressivas, reprodutivas e, consequentemente, mais difícil de ser controlada. Mesmo em regiões inóspitas, a planta Tiririca tem grande potencial de sobrevivência.

 

Pertencente à família Cyperaceae, que possui aproximadamente três mil espécies, a Tiririca produz tubérculos subterrâneos que aumentam sua capacidade de disseminação, visto que por sementes é pouco relevante. Originou-se no continente asiático, foi introduzida no litoral do país por navios portugueses na era colonial e se espalhou rapidamente no Brasil, bem como no restante do mundo.

 

As plantas desta espécie aguentam qualquer tipo de clima e solo, portanto, elas nascem e multiplicam-se durante o ano todo. Além disso, elas também são resistentes a herbicidas, sendo assim, é importante tomar medidas de prevenção. 

 

Informações básicas

As espécies de Tiririca caracterizam-se por produzirem tubérculos subterrâneos de nozes que são interligados a bulbos, rizomas e raízes. O bulbo é comum em plantas perenes e é por ele que se inicia o processo rizomatoso. Já o rizoma, é semelhante ao bulbo. Mais especificamente, é por meio dele que a planta se ramifica.

 

O caule desta planta herbácea possui o formato triangular e é da cor verde, assim como suas folhas. Sua inflorescência, que predomina durante todo o ano, é do tipo espigueta e da cor castanho-avermelhada.

 

As plantas daninhas, em geral, são prejudiciais a qualquer tipo de plantação por se alimentarem dos nutrientes do solo que deveriam ser destinados à vegetação. Porém, a Tiririca, que é amplamente multiplicada, é uma das mais difíceis de dominar. Sendo assim, além de muito resistente, esta planta se propaga desenfreadamente.

 

Referência: https://bit.ly/3gOkNVj 

Os comentários estão encerrados.