Estado e municípios do Paraná falham e casos de dengue aumentam cerca de 5.000% em relação ao ano passado

Xô, baratas! Saiba como evitar as visitantes indesejadas em sua casa
08/06/2016
Roedores podem transmitir 40 doenças
08/06/2016

Ações de resultados inconsistentes do Estado e dos municípios resultam em um cenário de epidemia e crescimento dos casos de dengue no Paraná.

O boletim semanal divulgado nesta terça-feira (21) pela Secretaria de Estado da Saúde registra 7.618 casos confirmados de dengue no Paraná – 1.550 a mais do que na publicação anterior (6.068 casos), um aumento de 25,54%. Os números referem-se ao acumulado desde agosto de 2019. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o crescimento chega a 4.846%. Foram 154 confirmações em 2018.

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, o Paraná está combatendo a doença com o envolvimento dos órgãos e secretarias do Governo, por meio do Comitê Intersetorial de Controle da Dengue, que desenvolve ações em todos os municípios.

Ainda segundo o balanço oficial, são 24 municípios em situação de epidemia, dois a mais do que a semana passada: Bandeirantes (região Norte) e Ivaiporã (Vale do Ivaí). Os outros municípios que já haviam atingido este patamar são Braganey, Juranda, Nova Cantu, Peabiru, Quinta do Sol, Douradina, Diamante do Norte, Guairaçá, Inajá, Paraíso do Norte, Paranavaí, Santa Isabel do Ivaí, Tamboara, Ângulo, Colorado, Doutor Camargo, Floraí, Paranacity. Uniflor, Florestópolis, Sertaneja, Guaíra.

Outros 27 municípios estão em situação de alertar para a dengue e, juntos, somam 990 casos autóctones, quando a pessoa não contraiu a doença na cidade onde vive.

Diante da crise na saúde pública do estado, se você é paranaense, sua melhor solução pode ser a prevenção. Citromax é a solução mais segura para o seu ambiente.

 

Fontes: https://www.pragaseeventos.com.br/saude-publica/parana-estado-e-municipios-falham-e-casos-de-dengue-aumentam-cerca-de-5-000-em-relacao-ao-ano-passado/

Os comentários estão encerrados.